terça-feira, 30 de julho de 2013

O Bairro da Estrela Polar


O livro que inspirou o filme "O Bairro":


Nunca tinha lido um livro de Francisco Moita Flores, este foi o primeiro. Gostei do enredo e das personagens, mas a sua forma de o escrever e as descrever, a forma como transpôs as coisas para o papel não me convenceu. Há qualquer coisa ali, que a meu ver, falha. O que também me agradou muito no decorrer de toda a história foram as críticas sociais e as tiradas humorísticas constantes
E o final? Nem vou falar do final. Só não ligo ao Moita Flores a pedir que escreva um final diferente só para eu ler porque não tenho o número dele.
Quanto ao filme, ainda não tive oportunidade de ver, mas estou curiosa. Sei que inicialmente era para ser apenas uma série a ser transmitida pela TVI, mas como o resultado final ficou tão bom optaram por lançá-lo no cinema e só mais tarde transmiti-lo sob a forma de série nesse mesmo canal. 
Já ouvi dizer que o livro é melhor que o filme (eu geralmente digo o mesmo dos filmes que são baseados em livros que já li), mas acerca disso ainda não posso opinar.
De qualquer maneira, se souberem de algum site onde eu possa ver o filme façam o favor de me dizer.


"Ensinaram-me, quando ainda era criança, que nesse tempo existiam muitos meninos que não sabiam o que era a ESPERANÇA. Meio século depois, bandos de putos continuam a procurá-la em vão."

"- Quando é preciso um grupo de seis vadios para gozarem com um homem de cinquenta anos, fica bem claro onde mora a vossa coragem. Talvez no olho do cu."

"Repetia amiudadamente a ideia de que, se não fosse ladrão, gostaria de ser político, embora preferisse andar de sapatilhas e calças de ganga, como aquelas que usava e gamara numa loja da Baixa, do que vestir fato e gravata. Aliás, era sua convicção de que o país chegara à miséria onde se instalara por andar engravatado."

"- ... Sabes quem são os impressionistas, meu?
-  Sei lá. Devem ser chantras que gostam de dar boa impressão"

" - É a bófia? Quem vão levar?
Necas brincou:
-  Se eles fossem espertos, com esse par de pernas ao léu, só te levavam a ti."

"... Só Bazófias é que faz uma cena de ciúmes durante uma rusga."

" - O teu Ernestinho é esperto e parvo. É uma espécie de detergente naquela fórmula dos dois em um. Limpa e faz merda ao mesmo tempo"

" - Quer a bófia, quer as miúdas trabalham na merda e com a merda. É isso. São profissões gémeas. Daí que não se larguem uns aos outros. Putas e polícias são a mesma coisa"

"... - Tu és o grande amor da tua vida!"

" - Está descansado. Venha o bagaço e sou o polícia mais cauteloso da rata da tua mulher."

".. - Um bufo é um merdas, eu sei. Mas é um bufo. Dá a cara, diz o nome. Daqui a nada! Nada se aproveita. Nem bufos temos de jeito."

" - Coisa ruim é a fome"

"... - Uma pessoa sem memória é um cão que perdeu o sentido da vida"

"... considerava o sexo feminino como uma sequela. Eram uma mera necessidade. Deviam parir, abrir as pernas quando um homem tivesse vontade, tratar da roupa, dos afazeres domésticos e levar umas lambadas nas trombas quando tentassem falar de igual com um macho. Vinha na Bíblia. Eram semente do pecado e pouco dadas ao trabalho. (...) Essa mania das igualdades era coisa de maricas e de tipos que não os tinham suficientemente pretos."


"... - O país está marado, meu. Nem se pode ser drogado a sério. É tudo a cortar-se."

"... - O trabalho devia ser o valor mais sagrado de uma sociedade que se respeita."

" - Ouve lá. Qual é a marca do cão?
- A marca? Não é nenhum automóvel, é um cão! Não tem marca."

" - Qualquer revolução me servia desde que no final não houvesse trelas nem açaimes para ninguém. Seríamos livres como aquelas estrelas que brilham no céu"

" - Para quem embrulha tanta coca em panfletos, enrolar rifas é como limpar o cu a meninos."

"- ...Chamaste-me maricas e fiquei lixado. Chamaste-me ladrão e eu aceitei como se fosse um elogio."

" - ... Suicida-o que é melhor para todos."

" - Como é que se suicida um tipo?
- Nunca suicidei nenhum!"

16 comentários:

  1. Respostas
    1. O enredo é bastante bom (tirando o final) a forma como foi escrito é que não me convenceu.

      Eliminar
  2. Só li um livro do Moita Flores... encontro-lhe algumas semelhanças com o Mário Zambujal. São escritores de "tarimba", com muito conhecimento da rua e da realidade. Um foi jornalista, outro polícia... têm uma escrita "descomplicada" e acessível. :P

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Do Mário Zambujal ainda não li nenhum. Sim, conhecimento de causa nota-se que não lhe falta, o problema, na minha modesta opinião, é a forma como ele escreve. Por exemplo, a forma como passa de umas acções para as outras... Mas de leitura acessível era...

      Eliminar
  3. Eu quero ver o filme e a série :p
    Se eu encontrar o filme online aviso-te

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Acho que a série vai ser o filme dividido em duas ou três partes...
      Sim, se encontrares avisa-me... :)

      Eliminar
  4. Eu quero muito ver a série que, ao que parece, poderá estrear em setembro na TVI! E não, a série não será o filme. Será mesmo uma série com várias coisas que não passaram no filme. Pelo menos, foi isso que li em várias notícias, pois a série foi gravada e daí é que fizeram o filme :)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Assim vai ser ainda melhor. :) Pensava que iam exibir o filme dividido em algumas partes, como já fizeram antes com alguns filmes.

      Eliminar
  5. ainda não vi o filme mas nem sabia que havia um livro. Também nunca li nenhum livro do Francisco Moita Flores
    tenho um selo para ti no meu blog

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Obrigada Princesa, vou responder mal possa. :)
      Sim, foi o livro que deu origem ao filme... :)

      Eliminar
  6. Tenho curiosidade em ver o filme, é daqueles trailers que pede para ver.
    Ver se o que é nacional anda a melhorar.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Eu espero bem que seja melhor que os filmes nacionais que tenho visto, senão é uma desilusão.

      Eliminar
  7. Nunca li mas quero muito ver o filme, até porque já li alguns comentários que me deixaram bem curiosa!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Eu também estou muito curiosa com o filme. :)

      Eliminar

Never look back, if Cinderella went back to pick up her shoe, she wouldn't have become a princess ♥